É, você já conhece bem esse cenário… Aquele super projeto que você tanto quis assumir enfim é seu, acompanhado de uma deadline apertada e a relação com o cliente depende muito do resultado dele. Até ai tudo bem, ninguém falou que ia ser fácil, não é?

Você começa a se aprofundar no projeto, com várias propostas e ideias excelentes. Prepara as apresentações com os cenários esperados, expectativas e etc.

 E ai começam algumas batalhas:

 “Pra ontem”

O projeto foi fechado com aquele prazo curto e milhões de expectativas. Depois de mapear tudo, você percebe que para entregar aquilo de forma ‘redondinha’, vai demorar um tempo X e lembra que na verdade, seu tempo é -X, ou mais conhecido como: “pra ontem”. Apesar de muita gente conseguir alimentar a criatividade só quando a deadline está se aproximando, fazer uma coisa corrida normalmente dá margens para possíveis pontos cegos.

Gerenciar o tempo é fundamental nesse processo. Uma das coisas que podem ajudar nessa etapa é criar um cronograma, com lembretes de datas (Você pode usar o EvernoteWunderlist, e vários outros para isso) essas ferramentas são multiplataformas, ou seja, você vai ter lembrete no celular, no desktop e até no email.

“Não tem budget pra isso”

Temos os dois lados aqui. O jeitinho brasileiro e a criatividade com falta de recursos as vezes trazem resultados excelentes. Da mesma maneira que pode ser um block para algumas possibilidades que nem tanto pelo custo, mas talvez pelo desgosto de saber que se uma quantia maior tivesse disponível, os números e resultados poderiam ser outros. Mas não fique preso a isso! Coloque sua criatividade para funcionar e, em paralelo, avalie essas ferramentas e mostre as vantagens (como otimização de tempo, maior número de features, mais relatórios disponíveis, etc) de como elas podem ser úteis em curto-médio prazo.

no

Pitacos do cliente e o famoso: “legal, mas e se a gente mudasse isso aqui?”

Você se conformou com o budget, correu com o prazo (viva o delivery e as expedientes alongados) e ai recebe aquele e-mail do cliente com milhares de ideias ‘mirabolantes’ que vão dar um ar ‘cool’ e ‘diferente’ no projeto. E normalmente o tempo que leva pra você fazê-lo entender que reinventar a roda não vai ajudar muita coisa, é mais longo que o tempo que você teve pra fazer tudo. Força na Peruca!

Para evitar todo esse stress, tente ter ‘reuniões de evolução’, mostrando como está ficando e já antecipando esse feedback com um período mais curto, para não ter milhares de surpresas no final.

Paciência, criatividade e velocidade são algumas coisas que você precisa ter (provavelmente em doses bem altas). Mas, ver o resultado do seu esforço mesmo com todos esses entraves é uma sensacional única!

banner clique
The following two tabs change content below.

Arthur Castro

Respira Mobile e inovação. Sempre conectado com algum iGadget, é exemplo vivo dessa geração "alguma letra". Além de escrever aqui e em outros blogs, é palestrante e passa os dias criando apps.