O artigo de hoje é baseado em uma pesquisa recentemente divulgada pela Kleiner Perkins Caufield Byers (KPBC). Os dados revelam que nós, brasileiros, passamos quase 8 horas por dia olhando para uma tela. Os indonésios ficam 9 horas, os filipinos 8h51 e os chineses 7h59.

O estudo também apontou os tipos de telas que fazem parte do nosso dia a dia: Smartphone (31,4%), Laptop + Desktop (30,8%), TV (23,8%) e Tablet (13,9%).

Ao mesmo tempo em que essas pesquisas apontam uma forte tendência mobile, precisamos saber como as marcas estão se comportando, ou se preparando para esta plataforma, tendo em vista que a mensuração do relacionamento consumidor x empresa é um desafio.

O varejo, por exemplo, é um dos setores que mais tem interesse em mobile, já que o smartphone apresenta um leque de possibilidades. O problema é que não vemos estratégias eficientes por parte esmagadora dos varejistas brasileiros. Por outro lado, percebemos que o interesse vem aumentando.

Quem disse isso?

O estudo Mobility Index (Mindex), publicado neste mês pela Pontomobi. A pesquisa indicou que apenas 10 empresas usam o push notifications, que acaba prejudicando estratégias de relacionamento. As 51 empresas consultadas estão oferecendo localizador de lojas (100%), mobile commerce (62,74%), integração a redes sociais (43,1%), busca avançada (35,3%), lista de produtos (25,5%), reviews e ratings de consumidores (19,6%), push notifications (19,6%), scanner de produtos e código de barras (11,8%), e ofertas na loja (6%).

Dentre as plataformas estão o Mobile site (70,6%), App iPhone (68,6%), App Android (66,7%), Mobile site + iPhone + Android (29,4%), e apenas o mobile site (31,3%).

Existe uma outra tendência?

Sim! A Vdopia divulgou uma pesquisa que mostrou um crescimento significativo do entretenimento. Para você ter ideia, o número de pessoas que acessaram conteúdo de entretenimento pelo smartphone no último ano foi de 28%, e a compra de ingressos por dispositivos móveis foi de 40%. Outra informação importante é que 45% desse público tem mais chance de lembrar do que viu, comparando com 24% dos que costumam usar o desktop ao invés dos dispositivos móveis.

Enfim, existe um forte crescimento da era mobile. Sua empresa já está investindo nisso? Está se preparando para alcançar esse público? Como está sendo? Conta pra gente!

banner clique
The following two tabs change content below.

Alison Marques

Viciado em compartilhar conhecimento. É Especialista em Linguagens e Mídias Digitais, jornalista, palestrante e social media.