“Você não precisa ter um diploma de faculdade para servir. Não é fundamental conhecer a segunda lei da termodinâmica na física para servir. Só precisa ter um coração generoso e uma alma movida pelo amor” (Martin Luther King Jr.).

Muitas pessoas e empresas querem realizar grandes feitos, mudar o mundo, criar algo novo, fazer mais do que outros tantos e deixar um legado para o planeta. Mas você já parou para pensar por onde tudo isso começa?

Antes de tudo, devo ressaltar que para mergulhar de cabeça neste artigo e entender os conceitos da liderança servidora você deve deixar de lado os velhos modelos de gestão e entender liderança para além dos limites pré-estabelecidos. A liderança servidora propõe um novo olhar sobre as relações nas empresas e traz a ideia de que caminhar junto é o que constrói resultados grandiosos.
James C Hunter, autor de O Monge e o Executivo, costuma comparar em suas palestras o líder servidor a um maestro de uma orquestra. Você pode aprender toda a teoria da música. Pode aprender a tocar inúmeros instrumentos musicais. Mas, “quem possui a habilidade de juntar tantos músicos diferentes”, com tantos instrumentos e sons diferentes e fazer brotar dali uma linda melodia?

“Qualquer um que queira ser um líder entre vocês deve primeiro ser servidor. Se você opta por liderar, deve servir”. (Jesus Cristo)

Propósito: a magia que te move!

Se você quiser fazer algo realmente grandioso dê uma atenção mais que especial a isso. Para entender liderança servidora, você precisa compreender o que te move diariamente. O propósito será capaz de fazer grandes coisas surgirem e permanecerem e é aqui que nasce a liderança servidora.

Você sabe qual é o seu propósito ou de sua empresa?

Todos os anos, vemos um sem-número de empresas nascerem e desaparecerem do mercado num piscar de olhos. Vemos novos produtos surgirem, prometendo mudar a maneira como consumimos, se perdendo em suas próprias mesmices. Vemos milhares de pessoas definindo grandes objetivos, iniciando novos negócios, traçando caminhos – muitas vezes bem estruturados e amarrados – fracassarem em suas estratégias. Você deve conhecer histórias como essas. Talvez tenha vivido algo parecido e, muito provavelmente, se perguntou o que pôde ter dado errado ou o que faltou inserir no planejamento se tudo foi feito direitinho, conforme manda o roteiro. Você pode ter se empenhado em cada detalhe para chegar lá, mas você já parou para pensar nas razões de tudo isso?

Pense bem: de que vale toda a estratégia do mundo se você não faz ideia de onde você quer chegar com ela e, principalmente, do porquê de tudo isso? Qual a razão de você fazer o que faz diariamente? Para ser um líder servidor você precisa entender que liderar é influenciar e direcionar pessoas e que, para que a magia aconteça, você precisa saber para onde está indo e o quais são as razões que te movem para chegar lá.

Já ouvi algumas empresas dizerem que seu propósito é vender mais, ganhar mais dinheiro, aumentar o lucro dos acionistas ou agarrar uma fatia ainda maior do mercado. Se essas são as razões de sua empresa existir, é bom começar a se preocupar. Esses podem, sim, ser alguns dos seus objetivos, mas o conceito de propósito vai muito além dessas questões limitadas.

Comece a buscar por dentro

Você já parou para pensar qual é o propósito de cada uma de suas células, dos seus sistemas e órgãos e, principalmente, qual é o propósito do seu corpo? O objetivo do seu corpo, como de tantos outros, certamente é manter-se vivo, mas será que esse é o propósito de você estar vivo?

Busque o que te move, o que move a sua empresa, o que faz dela um corpo vivo e insira essas percepções no seu dia a dia.

Propósito é o que fez Steve Jobs criar um novo mundo em uma marca, convidando as pessoas a pensar diferente – e mesmo aqueles que não consomem a maçã da Apple. Propósito é o que fez Walt Disney construir seu império de sonhos e influenciar a vida de milhões de crianças e adultos em todo o planeta. Ele não queria simplesmente construir o maior parque temático do mundo. Seu propósito era levar a magia para o maior número de pessoas no mundo e inspirá-las a sonhar.

O propósito é a força-motriz do Universo e o que faz com que grandes coisas surjam e permaneçam. É a razão de sua empresa existir e só pode ser encontrado de dentro para fora, no âmago de sua empresa. Essa é a única forma de ele permanecer.

“Propósito não é um gimmick publicitário, não é uma frase de efeito, não é algo criado de fora para dentro. Muito algo contrário disso, ele é uma ideia, um sentimento, uma essência que está presente na alma da organização, no sonho de seus fundadores e dirigentes. Por essas razões, esqueçam a ingênua tentativa de criar um propósito. Ele não é um ‘aromatizador’ que se aplica, é sim a própria fragrância que emana da flor, e que nasce com ela.” (Jaime Troiano)

No próximo artigo, vamos desvendar os princípios da liderança servidora e como aplicá-los no dia a dia. Até o próximo post!

banner clique
The following two tabs change content below.

José de Assis

Consultor de comunicação e endomarketing, tem como motivação diária superar desafios. Apaixonado por pessoas, música e pelo Atlético Mineiro, acredita na geração de ideias como o maior instrumento transformador de uma sociedade.