Você já parou para pensar na importância de planejar sua carreira? Se essa ideia não costuma circular em sua mente, você não é exceção. O planejamento, por mais necessário e eficaz que seja, não é um costume por essas terras “tupiniquins” e a maioria de nós preferem deixar “a vida levar”, “as coisas acontecerem” ao invés de tomar as rédeas e assumir o comando. Afinal, planejar para que?Dá muito trabalho, tem de pensar e organizar muita coisa e você nem sabe por onde começar, não é mesmo?

É… Planejar dá muito trabalho, mesmo! Mas vamos ilustrar um pouquinho para entender o que é esse tal planejamento.

Será que você faria aquela viagem dos sonhos de qualquer jeito, sem pensar em cada um dos detalhes? Difícil, né? Você vai lá, escolhe o destino, planeja as finanças, define a data específica, compra as passagens aéreas de melhor custo-benefício, reserva (depois de uma boa garimpada) aquele hotel (pousada ou hostel) aconchegante – com quartos bem ventilados e um atendimento de primeira –, escolhe as opções de passeios mais interessantes, onde comer bem e outros tantos detalhes que não podem ficar de fora. Antes de viajar, você ainda olha a previsão do tempo para se certificar que não vai chover, escolhe as roupas que irá usar e coloca na mala tudo o que irá precisar para a viagem. Mas, por que se preocupar com tanta coisa? (E aqui está o ponto chave que nos guiará nesse artigo!)

Você planeja sua viagem justamente para garantir que tudo será como você quer e de que você aproveitará da melhor maneira possível cada momento. É bom planejar a viagem, não é?

E por que será que não nos preocupamos tanto assim com a nossa carreira? Da mesma maneira como planejamos nossas viagens, planejar a carreira nos permite decidir para onde estamos indo, preparar nosso percurso e obter os melhores benefícios nessa rota. Você quer aproveitar o melhor de sua jornada? Quer direcionar sua carreira para grandes realizações? Então, está na hora de começar a planejá-la!

Camarão que dorme a onda leva! Então arregace as mangas e mãos à obra!

Sem planejamento, a viagem não dá muito certo, o salário acaba antes das contas e as escolhas que fazemos diariamente, na maioria das vezes, não nos trazem os melhores resultados. Basta olhar ao seu redor. Quantas pessoas vivem uma vida extremamente agitada, não tem tempo para nada, passam horas trabalhando e no final não obtém os resultados que gostariam? Será que elas costumam planejar suas carreiras? Para ter sucesso profissional não basta trabalhar duro e se esforçar diariamente. É preciso planejar!

A falta de planejamento faz com que as pessoas fiquem perdidas em suas confusões mentais, sem saber qual direção devem tomar, como um navio à deriva. E assim a vida vai ficando corrida demais, os prazos apertados demais, os dias carregados e os resultados cada vez menos expressivos e, no final, tudo o que não têm é satisfação em seus ambientes profissional e – consequentemente – pessoal, nesse eterno ciclo vicioso.

E então, vamos planejar sua carreira?

Está difícil pensar por onde começar? Então vamos facilitar as coisas, numa receita (quase mágica) para você colocar o sonho no papel, pegar as rédeas de sua vida e se direcionar para os melhores resultados. Tudo pronto?

Mas coloque no papel, viu? Afinal, receita do bolo só dá certo quando a gente experimenta, efetivamente, juntar os ingredientes, fazer a massa, conforme manda o figurino, e transformá-la naquele bolo gostoso e fofinho!

Receita (quase mágica) para seu planejamento de carreira

– Saiba o que é importante para você:

Um dos maiores erros do mau planejamento começa aqui. As pessoas costumam definir seus objetivos de carreira (e de vida, como um todo) baseados em questões que, não necessariamente, são importantes para elas. Escolhem a carreira que é a bola da vez no mercado, a profissão que paga mais, a empresa que o fulano disse que é boa e o resultado, quando a gente olha a nossa volta, é um monte de gente reclamando o tempo todo do trabalho, que não tem tempo para nada, que o mercado é difícil demais para se destacar, que as coisas não saíram “bem como eu queria”. Uma escolha mal feita pode custar caro no futuro. Se você anda fazendo isso, pare tudo e volte à sua origem agora mesmo. O que é, de fato, mais importante para você? Dinheiro, um cargo “dahora”, um carro bacana, ser reconhecido pelo que faz, ter tempo para si e para quem é importante para você, contribuir com as pessoas à sua volta? Sei lá!

Encontre o que realmente é importante para você bem lá no fundo. Essa é a forma mais eficaz (e mais divertida) de descobrir o que você quer e para onde você quer ir. A satisfação e a realização – tanto pessoal, quanto profissional –, começam a aparecer quando o que é mais importante para a gente começa a ser suprido. Pense nisso!

– Reconheça suas aptidões, qualidades, habilidades e talentos:

O que você faz bem? O que te destaca no meio de 7 bilhões de pessoas nesse mundão sem-fim – ou no seu lugar de trabalho (que é mais fácil para pensar)? E é para garimpar, mesmo! Se você ainda não definiu isso, vasculhe por todos os seus cantos e você vai encontrar um monte de qualidades bacanas, de habilidades que só você tem e corre o delicioso risco de dar de cara com aquele(s) talento(s) que vai te fazer decolar na carreira! E uma dica muito importante: procure se equilibrar e não se julgue tanto! Todo mundo tem qualidades para se destacar de alguma forma, mesmo que ainda não as tenha descoberto.

– Defina o que você quer:

Pensa comigo: Você já sabe quais são as coisas mais importantes para você, acaba de descobrir um monte de qualidades, talentos e habilidades que você tem. Já tem o que precisa para começar a definir qual caminho seguir, agora mesmo! E essa etapa é crucial. É importante pensar nos dois pontos anteriores com atenção. Se você não tem a menor habilidade com as mãos, não vai querer ser artesão, não é mesmo? Se você gosta de ajudar os outros, se isso é importante para você, que tal escolher um caminho em que você vai poder fazer isso? Mas não deixe de definir seu caminho. Se não, a vida acaba te levando para onde você não gostaria de ir. E como diria o filósofo Sêneca, se o homem não sabe a que porto se dirige, nenhum vento lhe será favorável.

– Compreenda como cada competência pode te ajudar na obtenção dos resultados desejados:

Agora você já tem uma direção e pode aproveitar os ventos que sopram para onde você está indo. Chegou a hora de iniciar o “como fazer” e esta etapa vai lhe ajudar, e muito, a dar os primeiros passos. Imagine que você quer se tornar o diretor de marketing de sua empresa. Um grande objetivo, não é mesmo? Mas como chegar lá se você ainda é um estagiário? Essa não é a tarefa mais difícil do mundo, pode acreditar. Você adora marketing, sabe se comunicar muito bem, tem um olhar amplo sobre os processos deste setor, tem habilidades para lidar com as pessoas e adora aprender novas coisas. Será que essas qualidades podem te ajudar de alguma forma?

É claro que sim e te ajudam a definir melhor o seu caminho. Pense como utilizá-las no seu dia a dia e bote a mão na massa, mesmo que nos bastidores, mais devagar num primeiro momento. Além disso, pensar nessas competências o(a) ajudará a entender o que você ainda não tem e precisará desenvolver ou quais habilidades terá que adquirir para ser um grande diretor de marketing.

– Levante as melhores opções e rotas e descreva o que você perde e o que você ganha em cada uma delas:

Vamos lá! Você já está caminhando e tem um monte de opções à sua volta (e é assim mesmo! Quanto mais você planejar, mais opções você enxergará à sua frente). Que tal organizá-las e analisa-las mais a fundo? Comece colocando-as no papel, declarando o que você ganha e o que você perde com cada uma delas. Isso ajudará você a analisar melhor os cenários à sua frente, entender qual delas lhe ajudará a alcançar os resultados desejados e escolher a melhor rota.

– Defina os primeiros passos a serem dados agora mesmo:

O que você pode começar a fazer agora e que vá te direcionar, nem que seja um centímetro, para mais próximo(a) de seu objetivo? Para chegar lá é preciso começar a caminhar e é assim mesmo, dando um passo após o outro. Mas comece agora mesmo!

– Aprimorar-se nunca é demais:

Nunca ache que é o suficiente! Sempre há o que aprender, por mais títulos que a gente tenha pendurado na parede. O conhecimento é o bem mais valioso que você pode obter e quanto mais você se embrenhar por esses lados, mais você se tornará admirável e produtivo(a). Aprimore-se, aprenda a falar mandarim se for preciso (ou se você quiser, simplesmente), tente novas experiências, esteja pronto para ouvir um bom conselho (ou uma boa crítica!), observe-se o tempo todo e busque feedbacks das pessoas à sua volta. É essa vontade de subir cada vez mais degraus por esse caminho que te ajuda a seguir com mais coragem e determinação.

– Reavalie o processo:

Receita boa, não é mesmo? Mas não dá certo sem essa importante etapa. As coisas mudam mais rápido do que a gente imagina e muitas vezes é preciso acompanhar esse ritmo. A profissão que está no auge hoje, amanhã pode não ser mais tão valorizada. Ter um cargo “dahora” pode não ser mais tão importante para você – ou, de repente, continua sendo, mas você sente que é preciso inserir nesse planejamento aquele momento importante para ajudar num trabalho voluntário nos finais de semana, reservar um tempinho para a família ou outras tantas coisas que possam surgir pelo caminho. Por isso é importante reavaliar sua trajetória, alinhar suas ações, inserir o que for preciso e eliminar o que já não é tão importante. Além disso, essa análise o(a) ajuda a entender se você continua no melhor caminho ou se existe alguma opção mais viável e eficaz para você chegar aonde quer.

– E por que é importante?

Faça-se essa pergunta durante toda a sua jornada! Isso ajuda você a aprumar as velas do seu barco, limpar as sujeirinhas do convés, entender melhor sua trajetória. Além disso, saber porque você está seguindo esse caminho lhe trará a motivação necessária em todos os momentos – quando estiver com gás total ou quando bater aquele desânimo e aquela descrença de que dará certo. Quanto mais você souber e declarar para você porque você está fazendo tudo isso, mais você dará o melhor de si para alcançar seus resultados.

“Boa sorte é o que acontece quando a oportunidade encontra o planejamento” (Thomas A. Edison).

banner clique
The following two tabs change content below.

José de Assis

Consultor de comunicação e endomarketing, tem como motivação diária superar desafios. Apaixonado por pessoas, música e pelo Atlético Mineiro, acredita na geração de ideias como o maior instrumento transformador de uma sociedade.