Com as constantes mudanças no cenário digital e implementação de ferramentas de inovação a todo momento, é importante pensar novas possibilidades sobre como trabalhar a estratégia adaptada nessa realidade e contextos.

É fundamental aperfeiçoar a capacidade de fornecer soluções criativas com grande alicerce estratégico, através do processo de fazer as perguntas certas, identificando melhor os problemas e as questões antes que eles surjam e romper com as questões subjacentes para que as soluções possam resolver aqueles problemas diretamente.

Destrinchando o problema

Formular hipóteses sobre a solução de um problema e selecionar um método para testá-lo parece simples, mas não sem a definição de objetivos claros e constantes. Importante delimitar recursos necessários, combinando pensamento divergente e convergente, direção e inspiração para obter esse sucesso.

A metodologia do Design Thinking, é centrada no ser humano, sustentável e holística. Isso requer colaboração interna e externa, bem como uma equipe multidisciplinar que atenda às necessidades do plano de execução, através de pesquisas, grupos de foco e ideias do público para a pesquisa secundária.

O mapeamento de tendências, visões competitivas com um resumo de melhores práticas, funcionam como um set-up para conceitos criativos criando um centro de ideias que impulsionam pensamentos de consumo, auditorias da marca e análise de negócios.

Desenvolver briefings para resolver problemas e estabelecer um processo estratégico digital de primeira não basta apenas na definição de um cenário para o processo criativo, é necessário inspirá-lo a tornar-se ainda melhor e executá-lo constantemente.

Inovação e expertise

Pensar na sua atividade de forma mais ampla permite que a execução de suas ideias sigam o mesmo percurso. O ponto de partida é entender que cada membro da equipe possui determinadas habilidades que, exploradas e aplicadas de forma conjunta, tendem a ter um peso maior na execução do plano de ação e nos resultados finais. Projetar e desenvolver experiências inovadoras afim de explorar mercados digitais para chegar a novas ideias de negócios abre o leque de soluções que você pode vir a ter, e expande a gama de problemas que podem ser solucionados e clientes que você pode servir também.

Na prática

Como podemos fazer as ofertas de marcas existentes mais valiosas através da criação de contexto para o seu consumo, e extensões significativas ou a adição de utilidade?

Como podemos transformar utilidade em anúncios? Como podemos introduzir soluções divertidas em nossos planos de mídia? Como podemos agregar valor às nossas marcas?

Como podemos traduzir cadeia de valor de nossas marcas em fluxo de experiência do cliente?

A resposta: criando um mercado de ideias, de capitais e de colaboração.

Conecte diferentes pontos para criar algo novo, através de infraestrutura digital, agregando ofertas de seus clientes com soluções inovadoras e disruptivas.

Ao fazer isso, cria-se uma nova fonte de receita para as marcas, com colaborações significativas entre estas. Saiba o comportamento e postura que você precisa adotar para alcançar resultados de negócios desejados para seus clientes.

Conecte marcas com inovadores, usando consumo colaborativo para aumentar a afinidade com a marca e empregando mercados de redistribuição para estender o ciclo de vida do produto.

Mix de marketing sem chatisse

Anúncios e publicidade online não tem que vir na forma de banners. Eles também podem ser produtos digitais. Conduza o marketing através de ideias, ferramentas e direção, comunicando de forma simples e clara, para vários públicos.

Use insights sobre as últimas tendências em tecnologia e comportamento para construir produtos e ferramentas que respondam aos clientes e supram suas necessidades. Curadoria de conteúdo, opiniões de especialistas e dados que falam sobre novos mecanismos de criação de valor são importantíssimas ferramentas para a comunicação no mercado digital.

Rota de sucesso

A rota mais rápida para a inspiração é a abordagem de resolução de problemas centrada no ser humano (AKA Design Thinking). Essa valiosa metodologia, que agrega valor à vida dos consumidores, combina seis técnicas:

– Insights: através do empathy map, pesquisas, imersão no contexto e observação, certificamos que a proposta de valor resolve os problemas dos clientes reais, aumentando a probabilidade de desenvolver uma ideia inovadora e encontrar um mercado receptivo ligado aos comportamentos existentes.

– Ideação: hipóteses, definir oportunidades, criar soluções, fazer sentido de insights do consumidor… Tudo isso aumenta probabilidade de chegar com uma ideia inovadora através do processo de ideação dividido onde as questões de volume e síntese são geradas e onde as ideias são reduzidas a um pequeno número de opções viáveis.

– Prototipagem: Ilustrar as ideias é uma forma clara de apresentar uma solução e descrever como ele se encaixa na prática. Além de ser um recurso de baixo custo para experimentar as ideias da equipe em um contexto realista, serve para impulsionar novas ideias e brainstorms.

– Cenários: Fazer pesquisas com consumidores tangíveis, e informar o processo de desenvolvimento do projeto através do contexto específico e detalhado, esclarece aonde o cliente e o serviço ou marca interagem e quais são os pontos de oportunidade para agregar valor.

Com todas as pesquisas, dados, números, análises que levam muito da marca e estratégia, no final, você deve encantar e satisfazer com o que todos nós buscamos – conexão emocional. É por isso que a o branding é tão importante e relevante, e hoje, mais do que nunca, nós imploramos pela conexão com algo que nos faça sentir.

Branding é tão importante para o crescimento contínuo da empresa/marca, como seus serviços destinados ao consumidor, assim como o processo de comunicação em social media é ferramenta essencial para atingir o target no cenário digital.

Use os princípios do design thinking para enriquecer o processo criativo, sem esquecer que o importante é oferecer não só soluções criativas, mas também soluções estratégicas que impactem diretamente a comunicação e os negócios!

 Leia os primeiros textos da série: O impacto do design thinking na estratégia de branding aplicado em social media – Parte I (Branding)

O impacto do design thinking na estratégia de branding aplicado em social media – Parte II: Sobre Social Media

 

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcella Gielfi

Entusiasta da gestão do conhecimento, CAPM e White Belt, atua com foco em gestão de equipes e projetos digitais, integrados e multi-plataformas, além de consultorias na área e curadoria de conteúdo.