Antes de começar, gostaria de fazer uma pergunta:

Você já realizou algum pagamento pelo seu smartphone? Seja no aplicativo do banco, um in-app, em algum joguinho viciante que você morreria de angústia se não passasse de fase ou no final da corrida de táxi? 
Agora se prepare para várias indas e vindas nesse artigo.
Para uma grande parte da população, a resposta ainda é não. O “medo” de passar informações do cartão de crédito é algo muito parecido com o “medo” que atrapalhou as compras na internet por um bom tempo. Por um outro lado, essa educação” do consumidor é natural, assim como vem acontecendo com os taxistas e os apps de Táxi (que no princípio achavam smartphone um artigo de luxo e hoje percebem que é uma ferramenta de trabalho).
Agora, voltamos um pouco na primeira pergunta. Se você ainda não realizou nenhum pagamento via mobile, saiba que só em 2013, mais de 1 bilhão foram gastos em pagamentos móveis, e a expectativa é que até 2017 as transações cheguem a $58 Bilhões.
Apesar dos números altos, pesquisas e estimativas, você pode estar pensando: “vai demorar muito” e, é ai que entramos em um outro ponto: uma revolução silenciosa que está movimentando o mercado. 
Se você tem um iPhone, iPad, ou algum outro iGadget, provavelmente tem um cartão de crédito configurado em seu ID. Ah, saiba que você é um dos 600 MILHÕES de IDs com cartões cadastrados. Quer uma comparação? Amazon tem quase 200 milhões e o Paypal 135. Ou seja, mais uma vez a Apple está se preparando para movimentar mais um mercado. E antes que você diga que eu sou um fanboy, saiba que a Apple já iniciou as conversas para integrar compras de bens físicos via m-payment.  
E agora vamos para mais uma informação: já ouviu falar no iBeaconA tecnologia permite às empresas configurar transmissores que podem interagir com smartphones próximos. Ou seja, está em um supermercado passando na parte de frios? Você pode receber um push falando daquele iogurte que está na promoção (Chega daqueles pushs desnecessários e totalmente sem sentido!). Se ficou um pouco confuso, veja o vídeo de um exemplo: 

Ah é! Já ia me esquecendo. Essa tecnologia está disponível desde o iPhone 4S e já funcionando em alguns lugares…

Voltando aos cartões de crédito, imagine as possibilidades de receber essas informações, promoções e dicas direcionadas (O destaque em direcionadas é porque grande parte dos usuários de smartphones reclamam dos pushs desnecessários) e poder realizar os pagamentos apenas confirmando a senha da sua conta do iTunes

*Para os usuários que não possuem algum iCoisa, saibam que apesar do iBeacon ser uma marca registrada da Apple, a tecnologia por trás é um padrão aberto.
 
Enfim, só queria deixar vocês com uma pulga atrás da orelha. Quando escutarem que isso irá “demorar muito”, lembrem-se desse artigo.

 

banner clique
The following two tabs change content below.

Arthur Castro

Respira Mobile e inovação. Sempre conectado com algum iGadget, é exemplo vivo dessa geração "alguma letra". Além de escrever aqui e em outros blogs, é palestrante e passa os dias criando apps.