O que define seus resultados não é exatamente o que lhe acontece na vida, mas aquilo que você faz com o que lhe acontece na vida.

Imagine que você tenha um carro que pode te levar a qualquer lugar do planeta neste instante. Ele está diante de você, as chaves estão em suas mãos e você é um(a) excelente motorista. O tanque está devidamente cheio, o automóvel revisado e ainda conta com um GPS de última geração. Você entra no carro e dá a partida. Mas para onde você está indo, mesmo? Sem definir um destino, nem o automóvel, nem o GPS, nem qualquer equipamento ou condição favorável vão lhe ajudar a chegar lá. Você já parou para pensar nisso?

Muitas vezes sabemos exatamente o que não queremos, mas definir nossos objetivos e nosso propósito (Leia:Líder Coach (Parte II) – Definindo metas e objetivos) nos parece ser uma tarefa quase impossível, não é mesmo?

Por mais que pareça difícil definir o que quer, passar por esse processo é fundamental para que você obtenha melhores resultados e alcance o sucesso desejado. No artigo de hoje vamos entender como funciona esse processo e como obter resultados cada vez mais significativos.

O ciclo de sucesso

Autoridade mundial em PNL (Programação Neurolinguística) e um dos maiores coaches de todos os tempos, Antony Robbins, analisou o processo de geração de resultados e percebeu que a obtenção do sucesso passa por quatro fatores:

1579947_818345268190980_760976705_n

Perceba que cada fator do ciclo do sucesso é bem definido, mas eles trabalham juntos e nesse processo se alimentam mutuamente.

Você já parou para pensar que, apesar de o potencial humano ser ilimitado, a maior parte dos resultados que obtemos não reflete este potencial? E por que isso acontece?

Muitos de nós não nos empenhamos e nos dedicamos o suficiente, não entramos em ação o suficiente por não acreditamos que isso irá funcionar, por não acreditarmos que é possível alcançar determinados resultados. “Não vou tentar a vaga de gerente porque sei que não vou conseguir”, “nunca vou conseguir juntar dinheiro suficiente”, “não sou capaz de alcançar estes resultados”. Agora pense: se você não acredita que irá alcançar os resultados que deseja obter, por que gastaria seu tempo e energia nisso? É uma equação mais que lógica.

E se não acredita que é possível, você acaba não utilizando seu potencial em sua totalidade e por não utilizar seu potencial como deveria, acaba não obtendo os resultados que gostaria de alcançar. Por não obter resultados significativos, acaba por acreditar que não tem potencial para alcançar grandes resultados e, sem se dar conta, cria e mergulha num ciclo vicioso que manterá você distante de qualquer possibilidade de sucesso que possa idealizar.

Como você se vê neste ciclo? A maneira com que você se percebe e se posiciona em cada um desses quatro fatores fará com que obtenha mais ou menos resultados. Mas o raciocínio não para por aí. Saber porque você está buscando determinado resultado fará toda a diferença nessa trajetória e lhe impulsionará para o sucesso desejado.

Saiba se direcionar

A questão aqui não é definir se você quer escolher humanas ou exatas, se você quer ser um grande executivo ou se quer partir para o empreendedorismo, se você quer viver em São Paulo ou se você prefere a vida no interior. Definir seu caminho sem entender porque o está seguindo não vai ajudar muito. Experimente mudar de perspectiva. Às vezes você só está se fazendo as perguntas erradas. Ao invés de se perder nessas encruzilhadas sem saber para onde seguir, experimente se perguntar o que é realmente importante para você. O que você mais valoriza? Sucesso, reconhecimento, amigos, dinheiro, família? Quais são os valores que te movem diariamente? Segurança, prazer, justiça, contribuição? Entendê-los é o primeiro passo para definir o caminho que realmente lhe trará satisfação e plenitude e a única forma de alcançarmos esse estado de satisfação e felicidade é suprindo nossos valores mais essenciais, nos embasando naquilo que é realmente importante para nós. E, muitas vezes, por não darmos a devida atenção a esse tão importante detalhe, acabamos tomando decisões que não nos trarão a realização que queremos e que gerarão frustração no futuro.

Quer um exemplo? Se para você família é um valor muito importante, você pode alcançar os cargos mais almejados no mercado, ser reconhecido no que faz, ganhar muito dinheiro, mas se para isso você tem que trabalhar o triplo, passar finais de semanas em viagens constantes e não tem tempo para sua família, muito provavelmente não estará feliz com seus resultados. Isso porque, seu maior valor, aquilo que é mais importante para você não está sendo suprido. Agora, pare por alguns minutos e se permita pensar em cada um dos seus valores e no quanto eles são significativos e importantes para você. Você tem vividos esses valores? Eles têm embasado suas ações e comportamentos no dia a dia? Se as respostas foram negativas, está na hora de começar a rever sua trajetória.

Coloque sua mente para trabalhar a seu favor!

Nós temos a ferramenta mais poderosa de todas, pronta para nos proporcionar resultados incríveis: o nosso cérebro. Mas o fato de termos essa ferramenta, por si só, não nos traz benefícios extraordinários. Assim como qualquer máquina, se você não exercitar seu cérebro constantemente, se não coloca-lo para trabalhar, além de não produzir de acordo com seu potencial, ele, invariavelmente, acabará “enferrujando”. É preciso mantê-lo ativo sempre e fazê-lo trabalhar a seu favor. A neurociência explica que quando mais você exercita essa incrível máquina, mais ela se desenvolve e eleva sua capacidade, criando cada vez mais neurônios e cada vez mais ligações neurais.

Outra forma de tornar seu cérebro mais efetivo e fazê-lo trabalhar para a obtenção de resultados é entender os comandos que você dá a ele. Nossa máquina de neurônios é obediente e trabalhará conforme o ritmo que você dita a ela. Se você costuma dar instruções negativas ao seu cérebro, como, por exemplo, “não tenho capacidade para obter esse resultado”, ele entenderá este comando e direcionará esta crença para suas demais ações, sabotando seus resultados. Mas se, ao contrário, você der comandos positivos ao seu cérebro, automaticamente, fará com que ele trabalhe com mais eficiência e busque maneiras de elevar sua performance (ex.: sei que posso pleitear por este cargo, portanto vou me esforçar ao máximo para alcançar este objetivo, desenvolvendo as habilidades e comportamentos necessários).

O tempo todo, um sem-número de pensamentos circula por nosso cérebro e deixar que essas ideias fluam sem direcioná-las é desperdiçar energia naquilo que não trará resultados em sua vida. Por isso é tão importante definir para onde queremos ir. Quanto mais você direcionar sua mente para determinado objetivo e declarar isso, mais seu cérebro compreenderá esta ação como prioritária e focará seus esforços para obter esse resultado, trabalhando a seu favor.

Defina o que é importante para você

Quantas pessoas levam uma vida inteira para descobrir que estavam na carreira errada, que queriam ter viajado mais, que deveriam ter reservado mais tempo para si e curtido mais a família, que ganhar mais dinheiro e ter tanto reconhecimento não era bem seu grande objetivo de vida? Defina o que é realmente importante para você. Você pode descobrir que às vezes não é preciso mudar de emprego ou de país para encontrar seu caminho ou que é preciso fazer tudo isso e que é possível chegar lá. Você pode descobrir que dá para ganhar dinheiro e suprir seus valores ao mesmo tempo, que você pode ser um grande executivo e ainda assim reservar um tempinho – mesmo que pouco – para se divertir.

Não tenha dúvida de que seu futuro é o resultado das ações que você começa a fazer hoje. E está em suas mãos, depende das decisões que você tomar agora – das cotidianas às mais cruciais –, depende dos seus comportamentos e da sua capacidade de definir seus objetivos. Pode ser que pareça mais difícil do que você imaginava, pode ser que algumas vezes você pense em desistir, que o mundo, muitas vezes, pareça virar de ponta-cabeça. Tudo isso faz parte do processo. A questão é o quanto isso é importante para você e o quanto está disposto(a) a perseguir seus objetivos até o fim.

O que define seus resultados não é exatamente as oportunidades que lhe aparecem ou os recursos que você obtém. O que define seus resultados não é exatamente o que lhe acontece na vida, mas aquilo que você faz com o que lhe acontece na vida.

José-de-Assis

banner clique
The following two tabs change content below.

José de Assis

Consultor de comunicação e endomarketing, tem como motivação diária superar desafios. Apaixonado por pessoas, música e pelo Atlético Mineiro, acredita na geração de ideias como o maior instrumento transformador de uma sociedade.