Em tempos de globalização, concorrência acirrada, instabilidade dos mercados, sair na frente e, se diferenciar em termos de produtos e serviços exige olhar atento sobre os movimentos e rumos da sociedade. Nesse sentido, antever tendências ou mesmo, analisar as que já estão salientes, proporciona às organizações, um grande diferencial.

Afinal, as empresas mais inovadoras e competitivas nunca param de observar o que está acontecendo ao seu redor e, através, disto prevêem comportamentos e, lançam novos produtos/serviços.

Hoje, quero falar sobre tendências e como usá-las positivamente para promover sua empresa. Meu enfoque é sobre o conteúdo de um dos melhores livros que já li sobre o assunto e que, embora antigo, ainda é atualíssimo. Ele intitula-se “O Relatório POPCORN”. Nesse, a autora americana Faith Popcorn, guru do marketing, prevê 10 tendências para os anos 90, e fala sobre como elas mudarão o mundo e as organizações.

Sim, pasmem, as tendências são dos anos 90, mas ainda são atualíssimas e influenciam muito as instituições e públicos.

Hoje meu enfoque será sobre 5 delas (tratando das outras 5 no próximo artigo). Mas antes de apresentá-las quero dizer que analisar tendências é um exercício que todo profissional de comunicação deve fazer para sua organização. Mas como fazer isso?

Bem, você não precisa ser nenhum um guru. Analise os principais acontecimentos em termos de comportamento, tecnologia, saúde, mercado, política, dentre outros. Observe, inclusive, os últimos dados do IBGE. O que eles sugerem? Como se relacionam com os produtos/serviços da sua empresa? Quais impactos trarão aos seus negócios? Como sua organização será afetada com as últimas mudanças ocorridas no mundo? Será necessário focar em outro tipo de público ou outros produtos e serviços em função das mudanças que vem ocorrendo ou daquelas previstas para acontecer? Crie um grupo de pensadores na sua empresa e determine um período para se reunir com eles e fazer análises sobre a sociedade, identificando como os acontecimentos podem afetar o negócio. Estar atento ao cenário econômico, social, tecnológico, político, ambiental e cultural é vital para o sucesso de qualquer instituição.

Abaixo 5 tendências de POPCORN e como elas podem interferir na sua organização:

Tendência 1 – ENCASULAMENTO:

As pessoas estão se encasulando em suas casas, cercadas de grades. Elas, de alguma forma, querem se proteger da violência, da poluição sonora, dos riscos do mundo e da vida urbana. Querem sossego, paz e proteção. Ao invés de ir ver um filme fora de casa, muitas preferem a comodidade do seu lar. Ao invés de sair com os amigos, a tecnologia substitui, ou então, chama-os para se divertir em casa. As pessoas estão se recolhendo em suas casas porque o estresse diário do mundo lá fora é absurdo. Esse encasulamento inclusive tem a ver com o local de trabalho. Hoje cresce o número de pessoas que trabalham em casa.

Desafio: O que o serviço/produto da sua empresa tem a ver com essa tendência. Se encaixa ou não nela? Digamos que sua empresa atue na área de entretenimento. Como alcançar esse consumidor encasulado? O que fazer para que esse consumidor se divirta mais em casa? E na área da educação. Será que oferecer cursos a distância para o consumidor encasulado não seria uma opção viável? E se sua empresa é da área de moda. Que tal oferecer um provador digital? Simular looks, oferecer compras online?

Tendência 2 – A AVENTURA DA FANTASIA

É um escape da realidade dura do dia-a-dia. As pessoas querem viver coisas novas e, se permitem um retiro momentâneo do mundo estressante para um sabor exótico, através do consumo. É a busca de um prazer, uma aventura momentânea, mas sem perigo.

Os setores mais impactados (positivamente) por esta tendência são os do turismo, entretenimento, alimentação. Nesse sentido, as empresas precisam oferecer pequenas “aventuras” e/ou coisas exóticas aos seus consumidores.

Desafio: Se você tem em restaurante, invente um prato diferente. Se é dono de uma pousada, monte um quarto com ou espaço com temática do campo, por exemplo. Seja qual for o seu negócio, faça seus públicos serem transportados para “fora” de suas vidas cotidianas através de seus produtos e serviços.

Tendência 3 – PEQUENAS INDULGÊNCIAS

Os consumidores querem dar-se ao luxo de pequenos prazeres. Ao invés, por exemplo, de comprar grandes coisas caras, eles preferem comprar pequenas coisas, caras. Se o consumidor não pode, por exemplo fazer uma viagem de luxo, irá jantar em uma restaurante de luxo, se não consegue ir nesse, vai comprar um alimento diferenciado para comer em casa, ou então, como relata a autora, ao invés de comprar um casaco Giorgio Armani, irá fazer um lindo corte no cabelo. Essa tendência revela, para as empresas, a oportunidade de segmentar seus produtos/serviços e investir no alto padrão de qualidade.

Desafio: Empresas na área da saúde, alimentos, moda, decoração se encaixam perfeitamente ai. E a sua empresa, se enquadra nessa categoria? Como ela pode permitir “pequenas indulgências” aos seus públicos? Que tal inovar/segmentar produtos e serviços? Mas não esqueça que a qualidade é quesito primordial ai. Como diz Faith Popcorn “não há pequena indulgencia de má qualidade”. As pessoas estão dispostas a pagar caro, por pequenos luxos de ótima qualidade e que as façam sentir-se bem.

Tendência 4 – EGONOMIA

Definitivamente, esqueça a massa e pense individualmente nos seus públicos. Foi-se a época em que um produto/serviço e uma mesma abordagem e linguagem valia para todos. Estamos diante de um consumidor que quer ser único e, caso perceba descaso, abandonará ou menosprezará sua marca. Vivemos uma espécie de narcisismo agradável.

Como enfatiza Popcorn “as pessoas querem apenas um pouco de atenção”. Querem se sentir únicas. Ter a sensação de que tal produto/serviço fora feito para elas e que não são somente mais um número. Estamos na era da personalização.

Desafio: fazer o seu público sentir-se único e especial. A segmentação de produtos/serviços também é um aliado nesse quesito. A criação de produtos exclusivos e com edição limitada é um exemplo. Pequenas e grandes marcas conseguem aplicá-la. Por exemplo, se sua empresa fabrica móveis pode fazer alguns personalizados para determinados clientes. Se você trabalha com moda, pode desenhar uma peça exclusiva. Se atua com educação corporativa, pode personalizar um treinamento para a realidade de um cliente especifico, ou ainda, se quiseres o exemplo de uma grande empresa que utiliza a egonomia, observe a Ferrari. E na sua empresa, como você pode aplicar essa tendência, ou melhor, essa realidade?

Tendência 5 – SAIR FORA

Definitivamente as pessoas querem desacelerar. Buscar qualidade de vida e, o que lhes satisfaça. O poder e o dinheiro já não são mais um grande valor, mas sim, a busca da felicidade. Grandes executivos largam suas carreiras para viver uma vida mais simples no campo, ou abrir um pequeno negócio, curtir um hobby. Não trata-se de uma ruptura radical como largar tudo, mas de juntar tudo o que se tem e trabalhar em outro lugar e ter outro ritmo (mais lento) de vida. As pessoas preferem ganhar menos, mas ter mais tempo para ficar com a família. Mudar-se para o campo é um desejo crescente, ou então, acampar ou abrir uma pousada no interior. Se não puderem “sair fora”, as pessoas querem, ao menos, incorporar valores das cidades pequenas.

Desafio: As empresas devem prestar atenção (mais do que nunca) nos planos de carreira e qualidade de vida dos seus colaboradores. As pessoas não estão mais dispostas a pagar um preço tão alto pelo chamado “sucesso”. A flexibilização da jornada de trabalho e o home office precisam ser considerados. Proporcionar segurança e qualidade de vida aos seus públicos é o desafio. Como esse “sair fora” afeta sua organização e seus produtos/serviços e públicos?

Abraços e até a próxima!

Referências: Faith Popcorn. O Relatório POPCORN.

rodape_altissimo

banner clique