Sem dúvida alguma, todo profissional que almeja um lugar de destaque deve investir em marketing pessoal para ser reconhecido no mercado de trabalho. Porém, tudo deve ser feito na medida certa. Não podemos esperar que os outros nos percebam. Precisamos promover nossos nomes (nossas marcas) destacando nossas realizações. Mas cuidado com o exagero, pois pode acabar causando danos no ambiente profissional. Falar demasiadamente bem de si pode ser tão prejudicial como não promover nenhum dos seus feitos.

A dica é simples: Tenha em mente seus pontos fortes, a maneira como é visto e a maneira como gostaria de ser visto. Após isso, liste seus diferenciais e identifique os seus atributos. Trabalhe com um objetivo e conquiste suas metas profissionais.

Lembra que no meu último artigo falei que vivemos em uma #SociedadeConectada? Como estão as suas contas nas redes sociais? Já imaginou ir a uma entrevista de emprego e ser solicitado que informe seus dados de acesso? Qual seria a sua reação?

marketing-socialEm 2011, uma pessoa estava procurando emprego na polícia da Carolina do Norte e no formulário estava escrito: “Você tem alguma conta em páginas como Facebook, MySpace e etc.? Se sim, liste seu nome de usuário e senha”. Confesso que fiquei assustado quando li essa notícia na Exame.

No entanto, é muito comum gestores visitarem os perfis dos funcionários e candidatos às vagas de trabalho. E caso façam essa visitinha em uma de suas contas, o que será encontrado?

Está no Facebook? Atenção com os comentários que faz, os grupos que participa, as fotos que posta e as páginas que curte. Tudo isso reflete nos seus gostos pessoais.

Mostre engajamento participando de discussões relevantes, tenha uma boa foto no perfil e compartilhe conhecimento (lembre-se: é a nossa melhor arma). No Twitter, vale ressaltar, que o conteúdo é fundamental. É relevante? Pense sempre nisso antes de Twittar. Seu recrutador pode estar de olho.

Tem uma conta no LinkedIn? Invista na presença de grupos da sua área profissional. Não dê espaço para os erros de ortografia. Como estão as suas recomendações?

Enfim, defina as suas estratégias de marketing pessoal online. Que tal começar um blog pessoal falando sobre assuntos que domina e que gostaria de compartilhar? Enviar artigos para outros blogs também é uma ideia interessante. Liste os canais que são ideais e a sua frequência de ações. Todavia, lembre-se da divulgação no mundo offline.

Raquel Recuero, uma pesquisadora que admiro muito, defende que uma das diferenças entre os sites de redes sociais e outras maneiras de comunicação mediada pelo computador, como os blogs, é a maneira como é permitida a visualização e articulação, e a manutenção dos laços sociais estabelecidos no espaço offline, uma vez que possuem mecanismos de individualização (construção do eu) e mostram as redes sociais de cada ator de forma pública para que interações sejam construídas. Por isso, desenvolva relacionamentos duradouros.

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

Alison-Marques

 

banner clique
The following two tabs change content below.

Alison Marques

Viciado em compartilhar conhecimento. É Especialista em Linguagens e Mídias Digitais, jornalista, palestrante e social media.