Este artigo irá tratar da forma como agimos diante de nossos obstáculos. Pense bem, você muda de postura constantemente ou apenas quando a vida lhe impõe?

A zona de conforto não é um lugar e também não é um espaço físico. É um modo de vida, onde as pessoas creem que se desenvolveram a partir de um desempenho constante, porém limitado e sempre com a máxima sensação de segurança. Na verdade, não se trata de pular de um avião sem pára-quedas, mas avaliar os riscos e superá-los através de estratégias criativas.

Trata-se o sucesso como a capacidade do ser humano de enfrentar seus obstáculos e suas dificuldades. É bastante contraditório a teoria de que a incerteza é a única coisa da qual podemos ter certeza em nossas vidas. Então devemos nos permitir correr riscos positivos em busca de crescimento e progresso.

Platão sabia muito bem disso, mesmo em sua época já era essencial o valor de uma atitude pró-ativa em relação aos acontecimentos a sua volta. Esta frase muita famosa, representa muito bem esta ideologia tratada aqui: “Tente mover o mundo – o primeiro passo será mover a si mesmo.” (Platão, 347 a.C.)

Estamos na Era da Informação Extrema, neste momento não nos basta possuir conhecimento. Temos que saber o que fazer com as informações que recebemos. É essencial refiná-las, pois acumulamos tudo o que vemos em algum lugar de nossa mente. A importância da sabedoria é essa: saber separar a informação útil que vale a pena saber, daquela que não lhe acrescenta tanto.

imaginaçãoAcrescenta-se que, de todas as Eras da civilização, esta é a mais favorável ao desenvolvimento da imaginação – lembre-se desta palavra ela será importantíssima no restante do texto. Por ser um tempo de rápidas mudanças, em todos os momentos nossa mente é estimulada. A melhor ferramenta que eu conheço é a nossa mente.

Neste momento fica até parecendo um texto de auto-ajuda. Falar deste assunto é muito bacana e desvencilhar o conceito da “zona de conforto” da “auto-ajuda” está me parecendo muito complicado. Nunca tinha pensando em assumir a posição de conselheiro ou psicólogo, mas assumo este papel para desenvolver o melhor conteúdo a vocês, leitores e seguidores do Ideia de Marketing.

Meu livro de cabeceira atualmente é o título “Quem pensa enriquece” (Think and Grow Rich) de Napoleon Hill. Segundo este uma das principais fraquezas do ser humano é a sua identificação com a palavra impossível. Ou seja, sabe-se tudo acerca do que não dá certo. Em contra partida, o autor define que a nossa capacidade é a nossa imaginação! Mas como nem tudo são flores, esta também é a única limitação do ser humano. Entretanto o que queremos aqui é romper barreiras, pois sabemos que a nossa inteligência é infinita. E sabe o que mais? Ela tem tudo a ver com o aquele tal de sexto sentido.

O sexto sentido é a nossa imaginação criativa. É aquele sussurro nas cabeças de cada um de nós. Se pararmos para refletir sobre como os músicos, pintores, escritores e poetas se tornam grandes em sua arte é porque eles criaram o hábito de confiar nessa “vozinha” que vem de dentro.

Neste mesmo livro, o autor apresenta um exemplo que achei fenomenal para exemplificar a mensagem que gostaria de transmitir. Nossa mente deve funcionar como um piloto que dirige um avião. Não é incrível como ele parece ser capaz de enxergar além do horizonte? Mesmo sem ter a capacidade de enxergar além desta linha, que limita nossa visão, ele consegue se orientar e sempre chegamos a nossos destinos.

Parcimônia meus caros, é claro que ele também se utiliza de ferramentas ultra tecnológicas para se orientar. Lembre-se não estamos falando aqui de se jogar deste mesmo avião sem para quedas.

Enfim, o conhecimento agrega valor quando é obtido por meio de sua aplicação com uma finalidade específica. Não existe receita para criar e inovar, mas é fundamental saber onde quer chegar.

Defina o que é sucesso para você. Qual é o seu nível de ambição? Todos gostariam de ser ricos como Warren Buffet ou a Madonna. Porém nem todos estariam dispostos a viver a vida deles. Talvez o seu propósito de vida seja diferente do deles. Por conta disso, descubra-se, aprenda a ouvir sua mente e dedique-se a fazê-la feliz.

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS
Augusto-Talarico

banner clique
The following two tabs change content below.

Augusto Talarico

As vezes você ganha, as vezes você aprende. O seu grande mestre deveria ser o seu último erro. Perfil: Estudante da Pós ADM- FGV e colunista no Ideia.