Vamos dedicar um tempo para entender a essência da nossa marca, buscar perceber como nossos clientes nos veem no mercado, se a marca que criamos há alguns anos atrás ainda reflete a nossa verdade e os valores que buscamos passar dentro de nossa empresa.

Adoramos falar sobre as ações que as grandes empresas lançam no mercado todos os dias, seja pelas sensacionais propagandas, pelas embalagens inovadoras ou pela qualidade do produto, somos consumidores frenéticos de marcas.

brandingGrandes empresas dispõem de profissionais renomados em suas áreas de Marketing, verbas estratosféricas e planejamentos fantásticos, tudo para que possamos adorar as suas marcas, para que, além de consumir os produtos, nos tornemos defensores dos mesmos e assim continuar os propagando sem receber centavo algum.

Agora resta uma dúvida: como gostar da marca do mercadinho que fica na esquina de nossa rua?

Acreditem, isso é possível. Creio que pequenas e médias empresas devem pensar o seu Branding e trabalhá-lo de forma contínua, para que um dia possam atingir a maturidade de uma grande marca. Além de exposição adequada da marca, a empresa deve ter consciência que qualquer mudança precisa ser feita de dentro para fora, a identificação com o mercado não depende apenas de onde expomos a nossa marca, mas sim do sentimento e do trabalho que depositamos em cima dela.

Branding para pequenas e médias empresas pode e deve ser feito, esqueçamos os altos valores de grandes marcas e pensemos na nossa realidade. Será que não conseguimos dedicar um pouco mais do nosso tempo pensando na nossa marca? Conseguimos deixar de lado a redução de custos, aumento de vendas, e demais preocupações que assombram a nossa rotina de trabalho?

Vamos dedicar um tempo para entender a essência da nossa marca, buscar perceber como nossos clientes nos veem no mercado, se a marca que criamos há alguns anos atrás ainda reflete a nossa verdade e os valores que buscamos passar dentro de nossa empresa. Analisemos com sinceridade se os patrocínios, os catálogos e cartões de visitas que estão na rua realmente refletem o que sentimos.

Segundo Aaker e Joachimsthaler, que escreveram brilhantemente o livro Como Construir Marcas Fortes, a construção da marca poderá exigir esforço constante ao longo dos anos e apenas uma pequena parcela do resultado será imediatamente aparente. Portanto deixemos de lado a ideia de nos tornamos a Coca-Cola da noite para o dia, construção e gestão de marcas exigem muito trabalho, paciência e dedicação. Somente a partir destes quesitos, um dia quem sabe, poderemos olhar para a nossa marca com a mesma felicidade que um pai olha para seu filho, assim tornado-a nossa maior aliada e motivo de orgulho a todos que a representam.

Marcus-Tonin

 

banner clique
The following two tabs change content below.
Sócio da Candoo Comunicação e Branding e Consultor de Marketing pelo Sebrae. Apaixonado pela comunicação, que ainda acredita que esta deva ser realizada pelas pessoas, e não por seus meios.