Percebemos o grande potencial das relações públicas para o terceiro setor e salientamos que o mérito maior dessa atuação está em promover a decisão compartilhada que mescla o conhecimento científico do relações-públicas com a sabedoria popular dos públicos e assim também estimula a cidadania, a dignidade humana e a transformação social.

Atualmente, presenciamos a ascensão e importância das organizações do terceiro setor. No entanto, muitas delas carecem de profissionalização e subsídios para a legitimação e cumprimento da sua missão perante a sociedade. Nesse contexto, as relações públicas podem exercer papel decisivo frente aos desafios do segmento. As suas ferramentas podem ser usadas em duas grandes áreas: interna e externa. A primeira refere-se ao fortalecimento da instituição perante seus públicos internos, bem como a promoção do ser humano e cidadania, e a segunda condiz com a legitimação e busca de apoio perante a comunidade e sociedade em geral.

relações-públicasA importância da atuação das relações públicas nesse cenário é reforçada por Margarida Maria Krohling Kunsch, quando fala do terceiro setor. Segundo ela, o sucesso dessas entidades depende das estratégias de comunicação adotadas, e neste caso, a comunicação precisa pensar ações de forma participativa e estrategicamente planejadas. Desta forma, na atuação interna, as ferramentas de relações públicas podem servir para a integração e promoção dos públicos internos e fortalecimento da organização via a realização de eventos em datas comemorativas, promoção de concursos culturais e valorização dos saberes locais que encorajam a cidadania e dignidade das pessoas. Também no resgate da memória organizacional através de fotos, vídeos, depoimentos. Além disso, outra grande contribuição das relações públicas concerne à elaboração e execução do planejamento estratégico participativo da organização. Esse trabalho é capaz de profissionalizar a instituição, suscitar engajamento e indicar várias alternativas de ação a curto, médio e longo prazo.

No tocante à área externa, as relações públicas podem ser o elo fundamental de ligação entre instituição, comunidade e sociedade em geral. As estratégias nesse sentido podem ir desde a elaboração de projetos para captação de recursos de empresas públicas e privadas, busca de parcerias e relacionamento com entidades diversas, realização de eventos para arrecadar receita e promover a instituição até a divulgação através de redes sociais, youtube, site e imprensa.

Em suma, percebemos o grande potencial das relações públicas para o terceiro setor e salientamos que o mérito maior dessa atuação está em promover a decisão compartilhada que mescla o conhecimento científico do relações-públicas com a sabedoria popular dos públicos e assim também estimula a cidadania, a dignidade humana e a transformação social.

Referências:
KUNSCH, Margarida Maria Krohling. (org); KUNSCH, Waldemar Luiz (org). Relações Públicas Comunitárias: a comunicação em uma perspectiva dialógica e transformadora. São Paulo: Summus, 2007.

rodape_altissimo

banner clique