Reflexões sobre o plano de negócio por Priscila Stuani

Reflexões sobre o plano de negócio por Priscila Stuani

A reflexão é uma etapa para o desenvolvimento de um bom plano de negócio, consequentemente vem a avaliação e a prática.

Priscila StuaniHoje temos a participação da grande profissional Priscila Stuani, coordenadora do núcleo blog do Projeto Implantando Marketing, nosso parceiro da blogosfera. Ela é estudante do 8º semestre de Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, consultora em desenvolvimento de negócios e de franquias. Tem experiência em desenvolvimento de Plano de Negócio, é bailarina e aspirante a golfista nas horas vagas.

Boa leitura, queridos leitores! 

Agradeço ao Ideia de Marketing pelo espaço cedido e te convido, caro leitor, a refletir um pouco sobre o Plano de Negócio.

Somos bombardeados por várias informações: empreendedorismo, marketing, estratégias, criatividade, inovação, anjos investidores e muito mais. Além disso, sabemos que no papel vale tudo, mas na realidade, não basta escrever bonito, e sim deixar claro os objetivos e meios de alcançá-lo. Quanto mais fundamentados e alinhados, maior a chance do negócio dar certo.

Gosto muito da definição do Profº Marcelo Nakagawa: “O principal objetivo de um plano de negócios é definir o que a empresa faz e onde ela quer chegar”, e baseado nisso pense nessas 4 perguntas básicas:

  • Qual é o projeto?
  • O que vou vender?
  • Qual o conceito do meu negócio?
  • Qual o faturamento necessário para viabilizar o empreendimento?

Uma vez que as respostas estejam claras, fique atento a respeito da:

  • Identificação das necessidades das pessoas,
  • Observação das deficiências e das tendências,
  • Busca de outras aplicabilidades para o óbvio.

Lembre-se que a cada reclamação que você faz ou escuta, é uma oportunidade.

Um Plano de Negócio serve tanto para uma start-up como negócios em operação. Ele precisa ser encarada como uma ferramenta de apoio no planejamento estratégico, ou seja:

  • Definição de quem sou,
  • O que comercializo,
  • Onde estou, onde quero estar em curto, médio e longo prazo,
  • O quanto preciso investir de recursos,
  • Qual será meu posicionamento no mercado,
  • Como farei a comunicação com o mercado e com os profissionais da empresa….

Se você reparar nas perguntas, perceberá que o plano de negócio é composto por um mix de informações, desde o marketing, financeira, administrativa, gestão, operacional, análise de mercado, dentre outros. Ou seja, o sucesso de um trabalho vai muito além da questão financeira. A reflexão é uma etapa para o desenvolvimento de um bom plano de negócio, consequentemente vem a avaliação e a prática.

Uma dica: recomenda-se revisar o plano de negócio no primeiro ano uma vez a cada 3 meses, no segundo ano 2 vezes a cada 6 meses e no terceiro ano, uma vez por ano.

O mercado é dinâmico e o plano de negócio precisa estar acompanhando essas mudanças.

Então: mãos à obra!

Paulo Lima

Acredita que somente pessoas são fator de mudança. Fundador e Gestor do Ideia de Marketing, é consultor em marketing e branding.

3 thoughts on “Reflexões sobre o plano de negócio por Priscila Stuani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *