As experiências nos fazem comunicar “de graça” sobre assuntos e até marcas, e isto é mais valioso do que a propaganda.

A futurologia é uma ciência ou método de entender os avanços atuais e os projetá-los no futuro. Não é prever e sim se prevenir. Não é descobrir e sim se preparar ao que pode acontecer. Existem especialistas nesta área, no entanto, especialistas de áreas específicas podem fazer este exercício da mesma maneira. O exercício de estudar a realidade e se adequar antecipadamente a alguns fatos prováveis, possíveis e desejáveis. E assim, a inércia não comprometerá sua empresa quando a mudança se efetivar.

Futurologia Os futurólogos atuam principalmente na área da tecnologia. Não é difícil entender. A tecnologia cresce exponencialmente em dimensões quase desacompanháveis. Vemos, então, cientistas que falam sobre o futuro dos carros, das televisões, dos celulares, tablets e internet. O interessante de se observar é que muitas dessas plataformas estão interligadas e a mudança mais impactante agora é o celular, que traz funções de internet, de televisão e inúmeras outras trazidas por aplicativos. A tendência é de que essas tecnologias se completem de serviços cada vez mais, porém não se excluam por ter algum diferencial ou não excluem serviços que trazem sensações diferenciadas em outras atuações. Livros, por exemplo. Com certeza muitas pessoas não abrem mão de tê-los fisicamente, mas baixá-lo pelo celular pode sair mais barato, mais prático, mais “leve” e conveniente. Assim, é mais vantajoso vender milhares a 2 dólares pelo celular a vender 100 deles por 20 dólares nas livrarias. Há de haver lógica e consenso entre as partes envolvidas. De qualquer forma, o que tende a se desenvolver, ainda mais que as tecnologias (cujas expectativas devem ser trabalhadas desde já pelas empresas), é a busca por experiências. As experiências nos fazem comunicar “de graça” sobre assuntos e até marcas, e isto é mais valioso do que a propaganda. A integração é o que acontece cada vez mais e o que mais tem importância. E assim, a única direção para avançar é colaborar juntos!

A Comunicação Integrada é um conceito que traz o envolvimento de diversas competências dentro de uma empresa.

Como “colaborar junto” no marketing?

Uma das tendências, que já vem acontecendo e promete se estabelecer cada vez mais nas empresas é a Comunicação Integrada. A Comunicação Integrada é um conceito que traz o envolvimento de diversas competências dentro de uma empresa. Segundo Kunsch (1986), ela é interação das atividades de áreas afins da comunicação e pressupõe uma junção da comunicação institucional, comunicação mercadológica e a comunicação interna, que formam o composto da comunicação organizacional. Toda essa junção de atividades deve ser articulada pela empresa no objetivo de valorizar sua marca e, sendo assim, apesar das diferenças dos setores há de haver harmonia na organização.

O que se propõe a fazer é ter um objetivo, uma missão e valores em comum. O que acontece hoje na Comunicação Empresarial é a somatória de atividades realizadas separadamente e desta forma muitas vezes o resultado dos serviços é incoerente. É preciso ter uma unidade representando a marca, para que todos os setores que trabalham para ela transmitam uma mensagem única nas diferentes formas de representá-la e assim não haverá ruídos na comunicação e sua imagem será única e plena, o que por si só já incentiva a disseminação das informações pelos próprios clientes.

A comunicação integrada deve fazer parte dos planejamentos das empresas que existem hoje. É relevante lembrar que a realidade se altera de forma muito rápida e uma boa estratégia de sobrevivência é o grupo trabalhando por um mesmo ideal. É preciso minimizar o poder dos funcionários e distribuir responsabilidades neste momento onde o cliente está tão exigente e fiscaliza sua empresa tanto quanto os próprios administradores dela. Assim como o conhecimento, que é construído aos poucos, a mensagem das empresas também é composta pelas diversas mensagens que estão distribuídas em diversos veículos e assim tudo deve estar entrelaçado.

Profissionais que devem ser integrados: Publicidade, Relações Públicas, Marketing e Jornalismo
Razão: Alcançar o MÁXIMO impacto da mensagem
Motivo: “Nós sempre superestimamos a mudança que vai ocorrer em dois anos e subestimamos a que vai ocorrer nos próximos dez” – Bill Gates

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

Jussara Coutinho

banner clique
The following two tabs change content below.

Jussara Coutinho

Jornalista com experiência em e-commerce e mídias digitais. Adora falar sobre comportamento e encontrar pessoas que discordem dela com bons argumentos.

Latest posts by Jussara Coutinho (see all)