O monitoramento é o modo de conhecer a fundo as peculiaridades da sua marca nas redes sociais.

Uma coisa é inevitável: as pessoas falam e falam muito. Elas falam de várias coisas e a vantagem é que agora você pode saber sobre o que elas estão falando. Saber monitorar a sua marca e seus concorrentes é prova de que você reconhece o valor deste capital social e sabe como administrar essas informações.

O monitoramento é o modo de conhecer a fundo as peculiaridades da sua marca nas redes sociais. Para tanto, você vai precisar criar sistemas eficientes de filtragem da informação, bem como a categorização desses comentários de acordo com o sentimento das pessoas que escreveram aquilo.

Monitorar bem é um trabalho que exige dedicação, conhecimento, capacidade de análise e ferramentas que proporcionem agilidade e boa captação de menções. Infelizmente, as coisas têm um preço e boa parte das ferramentas de monitoramento pleno são pagas. Ainda assim, se você conversar bem com o seu cliente vai conseguir encontrar um ponto de equilíbrio.

Algumas opções interessantes de monitoramento – e que atendem aos mais variados tamanhos de bolso – são o Scup, Seekr e o Brandwatch. A vantagem das duas primeiras ferramentas é o idioma, ambas têm suporte e interface em português. Já o BrandWatch possui apenas o suporte em português, mas já é um bom início.

Homem versus máquina

Você já deve ter ouvido aquela velha frase de que pouco importa a ferramenta e sim a capacidade analítica de quem está interpretando aquelas informações. Apesar de ter um fundo de verdade, essa frase não se confirma na sua totalidade. A ferramenta é tão importante quanto o analista.

De nada adianta ter uma super-ferramenta e um analista “meia boca” ou um alguém genial para interpretar seus dados e dar a ele uma ferramenta que não supre as necessidades de análise. Assim, vale destacar que tanto uma quanto a outra peça são essenciais para um bom trabalho.

Conheça seu mercado

Saber o que falam de você é imprescindível, mas conhecer a audiência dos seus concorrentes é tão importante quanto. Portanto, prepare filtros para eles também. O ideal é definir buscas por menções envolvendo macro e micro setores. Exemplos bem simples dessa relação são:

● Menções sobre o seu segmento de atuação;
● Menções sobre a sua empresa;
● Menções sobre os seus concorrentes;
● Menções sobre os seus produtos/serviços;
● Menções sobre os produtos/serviços dos seus concorrentes.

Na hora de selecionar as palavras chave, procure pensar em sinônimos e até mesmo apelidos para a sua marca, produtos e/ou serviços, bem como as palavras que têm relação com o seu negócio.

Lembre-se: ter uma boa visão do que está relacionado a você permite uma série de ações a serem desenvolvidas tanto internamente, quanto externamente.

Até a próxima!

banner clique
The following two tabs change content below.
Jornalista, especialista em Marketing e Novas Tecnologias em Jornalismo, anda pela internet desde os idos de 1997, quando os modens ainda “cantavam” na hora de conectar. O que realmente prende a sua atenção é o conteúdo e as suas estratégias.

Latest posts by Luisa Barwinski (see all)