Semana passada encerramos nosso bate-papo sobre Mala Direta Eletrônica e agora iremos partir para a próxima etapa da nossa série sobre E-mail Marketing na Prática: A Newsletter. Em uma tradução literal o significado seria: Boletim de notícias. A newsletter é completamente diferente da Mala Direta Eletrônica por diversos motivos:

Quando uma empresa opta por inserir uma estratégia de newsletter em sua proposta mercadológica, o primeiro ponto que ela deve ter em mente é que a estratégia deve ser focada a médio e longo prazo, ou seja, a probabilidade de sua empresa enviar sua primeira campanha de newsletter e ver os views (visualizações) do site da sua empresa iniciar uma vertiginosa decolagem, ou as vendas do site derrubarem o PagSeguro é muito pequena, por isso, tenha calculado o investimento mensal necessário para manter a campanha nos primeiros meses sem que haja necessariamente um ROI (Return of Investiment) positivo.

A Estratégia do Crtl C + Ctrl V

Um dos grandes problemas que tenho visto nas campanhas de newsletter de micro e pequenas empresas é a utilização da estratégia do “Crtl C + Crtl V”. A geração de conteúdo é a força motriz da ação, e por isso não deve ser delegada a pessoas não qualificadas, Kotler sempre nos alertou que tão importante quando a análise do custo de se fazer algo é a análise do custo de não fazer, por isso fuja desesperadamente da tentação de copiar conteúdos prontos na rede. Não existe lógica um cliente procurar sua empresa, se ela oferece a mesma coisa da mesma forma que seus concorrentes.

Se você vende produtos muito específicos, de um pequeno nicho, mas não participa dele, busque alguém que possa auxiliar nos textos, nos termos e jargões pertinentes.

Assim como nas campanhas de Mala Direta Eletrônica, bem como em todas as ações de marketing, a análise dos resultados é tão importante quanto a própria ação. Fique atento as conteúdos que mais despertaram o interesse dos leitores e explore mais o assunto, deixe que o leitor diga a direção que sua campanha vai tomar.

E as redes sociais?

Quando falamos de conteúdo, não existe nada mais dissipador do que as redes sociais oferecerem ao usuário a possibilidade de compartilhar um conteúdo que ele julgou relevante, e ter extrema facilidade em executar essa ação. De acordo com a Get Response uma peça de e-mail marketing que possua botões de compartilhamento em redes sociais, ganham 115% a mais de cliques (amostra de 2 bilhões de e-mails). Só isso já é mais do que suficiente para justificar a inserção dos botões.

Transforme sua empresa em uma referência no segmento, demonstre por meio da newsletter que domina os conhecimentos técnicos e particularidades do seu mercado, que sua empresa tem potencial para ser mais do que uma fornecedora de produtos ou serviços, que ela entende o problema do cliente, e pode ser uma parceira de peso para auxiliar na resolução desse problema, ou na satisfação desse desejo.

Até semana que vem pessoal, um grande abraço e muito sucesso!

banner clique