A  lógica é simples. Você cria um animal de estimação virtual, e cuida dele satisfazendo necessidades básicas, como alimentando, dando carinho, brincando. Essa brincadeira, que virou febre nos anos 90 com aqueles chaveirinhos eletrônicos de bolso, que tanto perturbavam as aulas e vida dos professores, acaba de crescer e virar ferramenta de marketing.

A versão lançada em novembro de 2011 num shopping em Portugal, logo ganhou destaque e despertou o interesse não só por entreter adultos e crianças, mas principalmente porque apareceu como uma ferramenta interativa e divertida de fidelizar os clientes.

Ao criar peixinhos num aquário virtual, cada pessoa pode acompanhar a evolução do seu animal pela internet, mas para cuidar dele, deve ir pessoalmente ao shopping e chamar o seu peixe.  Os mais bem cuidados logo destacam-se, criando barbatanas e ficando mais evoluídos que os demais. E quem vai viajar ou ficar um tempo sem poder cuidar do seu peixe, tem a opção de hiberná-lo. O sucesso do aquário, nomeado de Fixelândia (em Portugal, fixe é sinônimo de legal, divertido – além de ter a mesma sonoridade de Fish) foi tão grande que uma versão atualizada dele já esta sendo lançada na Turquia. Vale a pena conferir o vídeo e ver como uma ação interativa pode fidelizar o público num determinado espaço, de maneira lúdica e divertida. Fixe!

banner clique
The following two tabs change content below.
Diretora de Planejamento da i9 Comunicação e Inovação, co-founder da co-Event.co, atuou como Account Manager da YDreams Brasil. Colunista do blog Ideia de Marketing, co-organizadora do TEDxPortoAlegre, TEDxCuritiba e Startup Weekend no Paraná. Em constante estudo/prática nas áreas de planejamento criativo, gestão do conhecimento, empreendedorismo e inovação.